Empresas do Parque Tecnológico da Saúde do Tecpar testam colaboradores para Covid-19
29/06/2020 - 12:36

O Instituto de Tecnologia do Paraná (Tecpar), o Instituto de Biologia Molecular do Paraná (IBMP) e o Instituto Carlos Chagas (ICC/Fiocruz Paraná), empresas instaladas no Parque Tecnológico da Saúde do Tecpar, realizam, pelas próximas duas semanas, a testagem de todos os colaboradores que estão trabalhando presencialmente nas instituições, instaladas no campus CIC. Inicialmente, em torno de 500 testes rápidos estão sendo aplicados.

A aplicação do teste rápido busca detectar se os colaboradores apresentam anticorpos contra o COVID-19, significando que já tiveram contato com o vírus, independente de terem adoecido. Caso estejam com sintomas gripais ou apresentem IgM positivo, os colaboradores serão submetidos também ao teste RT-PCR, extensivo aos seus contatos próximos, como familiares, que também serão testados. O objetivo é evitar possíveis surtos da doença nas empresas do Parque Tecnológico da Saúde e também contribuir para controlar a transmissão do coronavírus por meio dos colaboradores sintomáticos ou assintomáticos e seus contatos externos mais próximos.

A testagem faz parte de uma ação maior, avaliar o comportamento do vírus na cidade, no estado e no país, além de contribuir para o seu controle. Para participar, todos os funcionários das empresas e seus contatos, quando seja o caso, utilizaram o aplicativo “Dados do Bem” que, por meio de inteligência de dados e mapeamento, busca identificar dinâmicas de transmissão do coronavírus e entender como a pandemia de Covid-19 evolui, reunindo informações epidemiológicas para auxiliar o poder público no monitoramento da doença.

No aplicativo, cada participante respondeu a um questionário de sintomas e na própria ferramenta o resultado também é disponibilizado, sendo computado na estatística de testagem do aplicativo. O aplicativo Dados do Bem pode ser acessado pelo site www.dadosdobem.com.br.

Com a ampla testagem e a inserção dos dados dos participantes no aplicativo, é possível ter um panorama do comportamento do vírus no ambiente de trabalho, analisou o diretor-presidente do IBMP, Pedro Ribeiro Barbosa. "O IBMP opera serviços essenciais, como a Unidade de Apoio ao Diagnóstico da Covid-19, que atua como unidade laboratorial de referência para os testes RT-PCR no Paraná. A testagem realizada e que será repetida no próximo mês ou a qualquer momento para os casos sintomáticos, possibilita o controle de casos, bem como contribui com o controle de casos em na sociedade em geral”. 

Barbosa destaca que essa será uma pesquisa ampliada, pois irá testar os contatos dos casos positivos, sejam funcionários dos institutos ou não. "Além do colaborador ser afastado por 14 dias, é possível saber se a família ou outras pessoas com quem teve contato mais regular, também estejam infectadas. Esta contribuição para o controle e monitoramento da doença é uma ação de responsabilidade pública e sanitária”, enfatiza o presidente do IBMP.

Para o diretor da Fiocruz Paraná, Bruno Dallagiovanna, a iniciativa reforça a missão das instituições em relação à saúde pública. “A Fiocruz completou 120 anos de existência em 2020 com uma atuação determinante no enfrentamento a pandemia do coronavírus. Realizar a testagem em nossos colaboradores é uma ação que reafirma nosso compromisso nesse contexto e possibilita que as pesquisas e ações da instituição sigam evoluindo na busca de soluções”, afirma.

O diretor-presidente do Tecpar, Jorge Callado, destaca que ações como essa são uma das prerrogativas do Parque Tecnológico da Saúde do Tecpar, porque, com participação no estudo do aplicativo Dados do Bem, as empresas contribuem em duas frentes. “A primeira, para avaliar a saúde dos colaboradores das empresas instaladas no parque tecnológico, que desde o início da pandemia têm trabalhado diariamente para ajudar no enfrentamento da doença. A segunda, de responsabilidade social, para apoiar um estudo inovador na área da saúde que vai auxiliar o poder público no desenvolvimento das melhores estratégias para levar à sociedade soluções contra a doença", observa.

Essa iniciativa do Tecpar, Fiocruz e o IBMP pode ser acompanhada por outras empresas do Paraná, contribuindo de modo mais expressivo com o controle do vírus no estado.

PARCERIA – Essa não é a primeira vez durante a pandemia que as três instituições somam esforços para apoiar a saúde pública brasileira. Em abril, foi implantado em caráter emergencial a Unidade de Apoio para Diagnóstico da Covid-19, para atender a demanda pelos testes moleculares. A unidade, instalada no Parque Tecnológico da Saúde, é uma ação da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), IBMP e Tecpar.

Com a estrutura, a unidade se tornou referência no diagnóstico molecular para a Região Sul. Ao todo, a unidade conta com 10 plataformas automatizadas para os testes, que possibilitaram a ampliação da testagem molecular para cinco mil testes por dia.

GALERIA DE IMAGENS

Últimas Notícias