Produção da vacina antirrábica é apresentada em evento nacional de biologia
09/09/2021 - 14:24

O Instituto de Tecnologia do Paraná participou, na última sexta-feira (03), da 2ª Conferência Nacional de Biologia (Confebio), evento on-line que debate temas relevantes para a área de Ciências Biológicas, organizado pelo Sistema Conselho Federal e Conselhos Regionais de Biologia.  O Tecpar foi representado pelo seu diretor-presidente, o biólogo Jorge Callado, que apresentou o processo de produção da vacina antirrábica animal, durante a mesa-redonda sobre Biotecnologia e Produção. 

Na conferência, o diretor-presidente falou sobre o histórico da evolução tecnológica da vacina antirrábica animal, de 1944 até o formato atual, em cultivo celular.  Desde o início da fabricação do imunobiológico, o Tecpar utilizou diferentes métodos de produção. Em 2018, recebeu do Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI) a concessão da patente do processo produtivo da vacina antirrábica veterinária por cultivo celular, chamada de Rhabdocell. 

 “O Tecpar é o único laboratório público fornecedor no Brasil de vacina antirrábica voltada à campanha de vacinação do Ministério da Saúde, atendendo aos padrões globais. Estamos sempre buscando inovação e tecnologia para ter a melhor resposta em relação à segurança, qualidade e eficácia para a sociedade na imunização de animais”, salientou Jorge Callado.  

CONTROLE DE QUALIDADE - O diretor-presidente também destacou o trabalho realizado pela Divisão do Controle de Qualidade do Tecpar, detalhando sobre os ensaios e inspeções realizados para atender as legislações pertinentes e garantir a qualidade do imunobiológico. Ele destacou que o produto também tem aprovação nos controles externos de qualidade, realizados pelo Ministério da Agricultura e Pecuária (Mapa).  

SOROLOGIA – Outro ponto da apresentação foi a realização dos testes de sorologia antirrábica, realizados em colaboradores do Tecpar e em animais de companhia. O teste exigido pela Organização Mundial de Saúde (OMS) é feito para confirmar se a pessoa vacinada com a antirrábica produziu os anticorpos capazes de neutralizar o vírus da raiva e está realmente imunizado.

O Tecpar é o primeiro laboratório da Região Sul credenciado pela União Europeia para realizar estes exames e, recentemente, também foi credenciado pelos Estados Unidos. O credenciamento é um reconhecimento internacional de que as atividades do instituto atendem a padrões globais.

RECONHECIMENTO - Também na semana passada, o Tecpar recebeu o “Prêmio Vacina – 2021” do Sindicato dos Médicos Veterinários no Estado do Paraná (Sindivet-PR) por sua atuação na produção do imunobiológico.

Últimas Notícias