Tecpar apoia projetos sociais voltados para a sustentabilidade
12/02/2021 - 15:07

O programa de voluntariado empresarial Tecpar em Ação inicia suas atividades em 2021 apoiando dois novos projetos sociais na área de sustentabilidade. O início das atividades dos projetos “Óleo no Lugar” e “É o Lixo do Bem” foi marcada por uma solenidade restrita realizada nesta sexta-feira (12), no auditório do Centro de Treinamento, câmpus CIC.

As iniciativas são da Associação Cristã de Assistência Social (Acridas), entidade social que há 35 anos acolhe crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social. Em dezembro de 2020, a instituição foi habilitada na chamada pública do Tecpar em Ação.

Estiveram presentes o diretor-presidente do Tecpar, Jorge Calaldo e o diretor de Administração e Finanças, Marcos Bonoski. A Acridas foi representada pelo seu presidente, Marcelo Souza, pelo coordenador da captação de recursos, Danilo Ladentim, e pela supervisora comercial, Neide Santos. 

“Como empresa pública, o Tecpar cumpre seu papel social ao apoiar projetos relevantes como estes da Acridas, que unem de forma harmoniosa três pilares fundamentais da sustentabilidade:  ambiental, social e econômica”, afirmou Jorge Callado. 

O presidente da Acridas, Marcelo Souza, salientou a importância da parceria com o Tecpar, como uma forma de aliar o desenvolvimento tecnológico sustentável e, ao mesmo tempo, promover condições para que crianças vivam em família.

“Estamos em um parque tecnológico e a tecnologia do futuro está na criança. Quando juntamos tecnologia à gestão de recursos, quando pensamos a sustentabilidade e promovemos um ambiente adequado para o desenvolvimento das crianças, estamos trabalhando para um futuro melhor”, disse Souza.

Na ocasião, o Tecpar recebeu o certificado de Empresa Amiga da Criança, Adolescente e do Meio Ambiente concedido pela Acridas. A solenidade marca o início das atividades do Tecpar em Ação para o ano de 2021.

É O LIXO DO BEM – Por meio deste projeto a Acridas promove e recebe a doação de lixo eletrônico. São produtos elétricos ou eletrônicos que são descartados por não terem mais utilidade, ou seja, poderiam ser reciclados ao invés de ir para um aterro sanitário.

De uma maneira geral, o “lixo do bem” é composto por qualquer tipo de material que contenha circuitos ou componentes elétricos em sua construção e/ou que utilize pilhas ou baterias para funcionar. Materiais que necessitem de destinação especial como pilhas, baterias, lâmpadas, material contaminado, líquidos e produtos químicos não serão coletados.

Estes produtos precisam descartados e manuseados de forma correta, casos contrários podem causar impactos negativos para o meio ambiente e consequentemente a saúde humana. Todo o processo, da coleta à destinação final, é feito dentro dos padrões de segurança e normas ambientais.

ÓLEO NO LUGAR – O segundo projeto da Acridas vai receber a doação de óleo de cozinha usado, que será vendido e tratado para outros usos, como a produção de tinta/massa de vidraceiro, sabão e biodiesel para motores e energia elétrica. Os coletores ficarão no chamado de Ecoponto, localizado no hall do Centro do Treinamento.

DESTINO - Além de contribuir com a preservação do meio ambiente, os projetos visam arrecadar recursos para a instituição e conscientizar a população sobre a necessidade de deixar um planeta autossustentável para as demais gerações.  

O material recolhido é vendido e o valor revertido para as atividades desenvolvidas com o público atendido na Acridas. São projetos nas áreas de educação, lazer, esporte e cursos de especialização.

OBJETIVOS – Além de cumprir dois objetivos estratégicos do Tecpar, que são Promover a Responsabilidade Social e Aprimorar a Gestão Ambiental, as duas ações atendem ao Objetivo de Desenvolvimento Sustentável (ODS) 12 da Agenda 2030 da ONU, que trata do “consumo e produção responsáveis.

GALERIA DE IMAGENS

Últimas Notícias